As vendas de carros de luxo continuam a subir em Portugal e o mês passado revelou-se especialmente dinâmico para a Ferrari. É que dos 14 carros que a marca vendeu desde o início do ano, cinco (um terço daquele total) foram adquiridos apenas em agosto.

A mítica marca, criada por Enzo Ferrari, está assim a crescer por cá mais 17% do que no ano passado. Mas, de uma forma geral, agosto foi um bom mês para o mercado automóvel.

Os dados da Associação do Comércio Automóvel de Portugal (ACAP) indicam que naquele mês se venderam 9436 ligeiros de passageiros, o que faz com que o número total entre janeiro e agosto some já 125 642 unidades.

Em ambos os casos há a registar uma subida expressiva de 21,9% e de 28,6%, face ao mês e período homólogos, respetivamente.

A Maserati, por seu lado, já viu 20 dos seus modelos juntarem-se ao parque automóvel português este ano, mas a maior parte foi vendida durante os primeiros sete meses do ano - pois só um foi adquirido em agosto.

Em julho, as vendas de carros tinham já impulsionado o crédito ao consumo e contribuído também para o crescimento da economia e tudo indica que este perfil se tenha mantido no mês passado. 

Entre as marcas de luxo, a Porsche foi a que vendeu mais carros (12, em agosto), mas este número é inferior aos 23 que haviam sido comercializados exatamente um ano antes.