Vantagens e Desvantagens de Investir na Bolsa


A Bolsa de Valores é para muitos um "Bicho-de-sete-cabeças". Mas depois perceber como esta funciona e quais são os elementos integrantes deste grande circulo de investimentos torna-se mais fácil trabalhar e lucrar na Bolsa de Valores.
Claro que investimentos na Bolça não são investimentos com retorno garantido não é um sistema perfeito, existem vantagens e desvantagens que o investidor deve conhecer quando entra e opta por este sistema.


Vantagens:

- Retorno de Capital;
Após a realização de um investimento, o seu respetivo investidor pode receber o retorno de duas formas diferente. Uma forma é através da subida do preço das ações que o mesmo detém, ou seja, comprou por exemplo as ações a 3€/ação e agora o seu valor é de 6€/ação, neste caso se optar por vender receberá um retorno de 100% com um lucro adicional de 100% do valor investido, claro que este valor está sempre sujeito a taxas. A outra forma de obtenção de retorno sobre o investimento é através de dividendos, que serão sempre de acordo com o resultado económico da empresa durantecada período.

- Flexibilidade Financeira;
Os investimentos realizados poderão ser modificados a qualquer altura do dia, podendo o investidor vender e comprar ações em tempo real.

- Benefícios Fiscais;
A participação em investimentos na Bolsa de Valores trás benefícios fiscais aos investidores como Plano de Poupança em Ações em Portugal.

- Diversidade da Carteira;
Um investidor poderá investir em diferentes empresas, tendo dessa forma ações em diferentes empresas podendo assim diminuir o risco que resultaria do investimento numa única empresa.

- Contribuição para o crescimento económico das empresas e do país.
O investimento feito contribui para o desenvolvimento das empresas e da economia como um todo.


Desvantagens:

- Risco de Perda;
No decorrer deste processo o investimento realizado esta sempre sujeito a oscilações de valor resultante das próprias oscilações do mercado, podendo o investidor ganhar muito ou perder tudo.

- Gestão da Carteira;
Investir é um ato que tem de ser pensado e depois de realizado a sua continuidade tem de ser gerida. Resultado da natureza desta atividade, é obrigatória que o gestor destes investimentos (que por vezes é o mesmo que investe) mantenha um contacto constante e acompanhe a evolução do mesmo investimento.

- Aquisição de conhecimento Financeiro;
Embora exista aconselhamento dado por consultores financeiros, as decisões de comprar, vender ou deter ações cabem sempre ao investidor. Investir na bolsa requer um investimento de tempo para a aquisição de conhecimentos sobre produtos financeiros, mercados, empresas e sobre as economias.

 

Resultado de imagem para investidores